segunda-feira, agosto 17, 2009

NEURO- culpa!



sabem não consigo entende por que a vida da gente funciona de uma maneira tão catastrófica, não me cai pela garganta o fato de estarmos bem, e derrepente tudo muda de figura, tudo perde o sentindo...


Sem muitas chorumélas, vim aqui, atraves desse blog reclamar, implorar pra equecer, e desabafar. Sou uma assassina, isso mesmo, minha consciência não ira me deixar dormir essa noite, pois eu matei, tenho certeza que essa noite em um ataque psíquico eu virarei de uma lado a outro, ouvirei o barulho dos bichos e das bichas, não saberei mais dizer se realmente estava acordada ou se dormia e sonhava com os acontecimentos do dia anterior... acho que sonhei o tempo todo; como o livro "Os ratos" de Dyonélio Machado, que não dá pra explicar a loucura que Naziazeno vive, uma cobrança, uma culpa, uma vida sem sentido, mas deixa pra lá tudo essa baboseira, o fato é que em primeiro lugar gostaria de pedir desculpas aos meus poucos e únicos leitores que vem aqui novamente, e eu já vou abordado-os com meus problemas, em segundo gostaria de explicar o por que de me considerar uma assassina, na realidade aconteceu uma fatalidade e meu cachorrinho (o Kayke), um dos 6 que tenho e amo de paixão, foi morto essa manhã de segunda-feira, eutanasiaram ele, e me sinto culpada pois no sábado a noite eu dei carne a ele, e mal sabia eu que ele portava uma doença que para o pobrezinho era terminal, ele tinha ÓSTEOPOROSE, parece até cômico ? mas é verdade, e nada me tira da cabeça que a mandíbula dele quebrou dos dois lados por que eu dei carne no sábado.

Gostaria de reclamar de algumas pessoas culpadas também, não que eu queira tirar minha culpa, nem confundir os fatos, mas isso não me faz sentir melhor, pois existem pessoas que não merecem estudar, se formar e ter uma profissão digna, pois o "infeliz" do veterinário (posso até entender depois que tudo isso passar) mas não posso deixar de desabafar nesse momento, o "ser" deveria ter feito mais, claro não era o cachorro dele, meus Deus que sangue frio, ele induziu o meu pai a permitir que fosse praticado a eutanásia, dizendo que se fosse operar seria 700 reais, claro que seria mais fácil por um ponto final na vida daquele pobrezinho, e foi o que aconteceu, por R$ 100,00, muito mais barato ? não consigo me conformar, nunca vou esquecer, só espero que com o tempo a dor passe, e que fique só os momentos nossos de felicidades...

Vá em paz meu amigo, sentiremos saudades

obs.: Eu entendo a profissão do caboclo, e sei que não tínhamos muita escolha, e que o bichinho poderia morrer de fome, mas pelo fato de ter acontecido com a gente, temos SIM o direito de reclamar, e tentar por a culpa em alguém, pois tem coisas que é difícil de aceitar...

TE AMO KAYKE, MEU AMOR

KAYKE E EU =)

8 comentários:

Nunes, Fer! disse...

Nossa Lua, nao sei nem o q te falar... mto triste isso... sempre tive medo de acontecer isso comigo e algum dos animais, tipo ter q sacrificar..minha gata uma vez deu um problema no intestino e eu fiquei morrendo de medo, ainda bem q uma cirurgia resolveu... Mas nossa...sinceramente fico mto triste, adoro animais...
Força e boa sorte pra vc..bjo

Olhos e pensamentos disse...

Por isso q fico com um pé atras de pegar...minha filha quer por quer uma cãozinho, mas me apego muito...duvida!!!
Seu blog ta lindo

Very Barbosa disse...

Oi Lua!! Realmente é dificil mesmo.Já estive no seu lugar e sei como é doloroso.. Muita força!
Seu blog ta massa..

Bjbj

Very (http://verybarbosa.blogspot.com)

Bala Salgada disse...

Ah que linda, tá apaixonada! hehehe

Bonita música.

Então não to conseguindo ler direito, a hospedagem das imagens expiraram. Beijão.

Atreyu disse...

Foi complicado ler o texto porque parece que umas imagens do blog foram expiradas do PHOTOBUCKET
Mas eu acho que animais são tudo. E tenho certeza que foi muito doloroso pra você

* Bela* disse...

Poxaa Lua, que triste viu...Já passei por isso, pois minha cachorrinha que eu taanto amava morreu enforcada na sua própria corrente,pq ela tentou fugir do barulho do fogus! É triste, mas vai passar e ficarão apenas as lembranças e a saudade eterna. Não se culpa não, viu...Vc fez o que de melhor podia, vc estava apenas alimentando-a, sem saber da existência da doença.

Fica bem!

Não quero te ver triste!

Obrigada pela indicação do livro.
Só pela música já me encantei!
Vou ler sim, pode deixar!

BjãO querida =)
Obrigada pela visita e pelo carinho!

Papagaio Mudo disse...

Lua,

Sabe, eu conheço o Sol,mas não sou nenhum astro. Sou apenas uma formiguinha...
Abraço,

Gustavo

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Lua, acho que você encontrou quem pode alncaçar melhor o sentido de suas palavras aí com o cãozinho. Quando puder, vá à home de meu blog e veja, à esquerda, bem no final da fotografias, a razão do que ora lhe digo: "

Billy & Bob, etern'amigos

Deixaram-me muitas saudades... do que lhes treinei e, mais ainda do tudo que me ensinaram. Fiquei menor no início de 2009...mas ainda tenho estrada à frente. Sigo. É de ser... "

Sabe, Lua, sou escritor amador e não tenho nenhuma dificuldade em produzir crônicas e essas coisas assim. Sei que é um dom divino, mas desde que meus amigos Biily & Bob se Foram no começo deste ano, por mais que eu tente, não consigo escrever uma crônica sobre eles ou sobre qualquer um deles.

Assim que começo, logo nas primeira palavras meus olhos esquentam tanto, que começa a brotar uma aguinha calma e tal, e dali a pouco estou sem os óculos, esfregando os olhos como alguém que perde um gande amor ou um ente familiar...

Quem sabe com o tempo eu consiga.

Billy (08) & Bob (11) tiveram cancer muito veloz. Em Bob descobri em novembro e ele Partiu em janeiro/09, com eutnásia e eu rpesente, abraçado a ele, já com um bracinho quebrado pela osteoporose... Quando tombou em meu braço sobre a mesa da veterinária, dei-lhe um beijo na cabeça e sumi dali, derrotado...

Billy o tratei como ninguém, com medicamentos manipulados, por quase um ano, e no final perdi a batalha.

Fiquei sem nenhum cachorro em casa... e como eu disse acima, fiquei menor..

bjs