quinta-feira, setembro 10, 2009

Te reencontrei


Nooooosa, dentre tantas coisas que acontece na vida da gente, de tantas correrias, acontecem coisas que nem dinheiro paga, como por exemplo encontrar amigos "das antigas" como diria minha amiga Juliana Passarinho, essa que em questão reencontrei essa semana, e como foi bom vê-la, por o assunto em dia ( nem tanto assim) pois quando encontramos alguém na fila de um banco, quase não dá pra conversar. Mas o que importa é que nos reencantramos, depois de quase 1 ano +/- sem se ver, só deixando de vez em quando um recadinho no orkut, pra saber como vai a vida, mas é sempre daquele jeito:

- Oiiiiiiiii amiga, nossa quanto tempo, aparece por aqui qqr dia ;)

sds...

beeeeeeeijo


Nunca passa disso, e sempre fica nisso mesmo

E isso me faz perguntar, por que tem que ser assim? por que que quando terminamos a facul não podemos trabalhar juntas ou continuar estudando juntas? por que nossos destinos são diferentes? por causa da saudade? então por que nos conhecemos se vamos nos separar e quase nunca mais se ver?

Nossa profundo

Mas foi bom matar a saudades, Ju prometo que vou passar na loja, e amiga desejo toda felicidade do mundo pra você e todo sucesso na carreira. Nossa to sendo egoísta (como sempre), quero desejar a todos meus amigos da facul felicidades e sucesso, principalmente aos amigos mais chegados, aqueles que apesar do tempo continuamos pensando um no outro, desejo a eles tudo que merecem. Sinto saudades de cada, e lembro de cada de uma maneira completamente diferente, mas completamente especial "TODOS"

Amo vocês, e a cada dia que vivo, é para um dia podermos nos encontrar (numa melhor claro), e então sentar numa mesa de bar, rir e lembrar do melhor momento de nossas vidas, da nossa cumplicidade que não falhou nunca. Obrigada por vocês existirem e ter participado dos 3 melhores e enesquecíveis anos de minha vida...

SAUDADES SEMPRE (podem acreditar)



=)

Um comentário:

On The Rocks disse...

lua,

poís é, por que tem que ser assim?

esses enconros e desencontros... às vezes penso que a gente não tem tempo pra gente mesmo, quanto mais pros outros!

é a nossa vida, louca vida. paciência.

bj